Projeto Banda Marcial em Oficinas abre inscrições

0
49

Quem sonha em aprender a tocar instrumentos de sopro, percussão sinfônica, e gosta das áreas de Dança, Artes Cênicas e Marciais, já pode se inscrever no projeto Banda Marcial em Oficinas. Os ensaios e oficinas terão início no dia 05 de fevereiro. A pré-inscrição poderá ser feita pelo Whatsapp (71) 9 92041331, pelo direct do Instagram ou Link na biografia.

Para cumprir os protocolos de Segurança, neste período de pandemia, os ensaios e oficinas serão realizados de forma escalonada, evitando aglomerações e diminuindo o fluxo de pessoas no local. O uso de máscara, com distanciamento social, será obrigatório e indispensável para participar dos ensaios. Serão ainda disponibilizados álcool em gel, pias e sabão no local do ensaio, garantindo a higienização e lavagem das mãos.

O projeto Banda Marcial em Oficinas visa contribuir para a formação de crianças, jovens e adultos através do conhecimento da técnica musical e artística, proporcionando novas experiências e ajudando a melhorar as perspectivas de vida para a comunidade.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Programa Aldir Blanc Bahia – Criado para a efetivação das ações emergenciais de apoio ao setor cultural, o Programa Aldir Blanc Bahia (PABB) visa cumprir os incisos I e III da Lei Aldir Blanc (Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020) e suas regulamentações federal e estadual. As ações são, a transferência da renda emergencial para os trabalhadores e trabalhadoras da cultura, e a realização de chamadas públicas e concessão de prêmios. O PABB tem execução pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, geridas por meio da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias; e as suas unidades vinculadas: Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fundação Pedro Calmon, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here